Porcelanato líquido oferece facilidade extra

O revestimento de base epóxi simplifica a faxina e a manutenção

Por Lara Muniz (reportagem visual e texto)

Em função da instalação delicada, procure aplicadores experientes e com boas recomendações | <i>Crédito: Foto: Cacá Brakte
Em função da instalação delicada, procure aplicadores experientes e com boas recomendações | Crédito: Foto: Cacá Brakte
Agradável ao toque, o revestimento de base epóxi se revelou uma ótima opção para renovar o imóvel da família com um bebê a caminho. “Fácil de limpar e macio, o piso é uma alternativa interessante para quem tem crianças em casa”, detalha o arquiteto Thomas Frenk, um dos integrantes do Vapor 324 ao lado de Fabio Riff, Fabrizio Lenci e Rodrigo Oliveira.

Recentemente, o material ganhou mais atenção no mercado por causa do novo apelido: porcelanato líquido. Por mais simples que seja a manutenção – produtos de limpeza comuns dão conta do recado –, a instalação demanda cuidado. Os 6 mm de espessura da cobertura autonivelante devem ser aplicados sobre um contrapiso em bom estado, de preferência novo e de superfície uniforme. Fora isso, as possibilidades de cor são inúmeras, mas vale a dica: as mais claras estão mais sujeitas a riscos chatos de eliminar.

 

05/01/2017 - 20:40

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS