Casas estreitas ganham espaço nas cidades

Em Portugal e na Suécia, terrenos apertados exibem boa arquitetura

Por Liège Copstein

Diante da pouca área disponível, as duas construções se valem da verticalidade, além de aberturas frontais em busca de luz. | <i>Crédito: Divulgação
Diante da pouca área disponível, as duas construções se valem da verticalidade, além de aberturas frontais em busca de luz. | Crédito: Divulgação
Estas casas contemporâneas encontram lugar no disputado espaço urbano sem desprezar a tradição à sua volta.

A House 77, do Dioniso Lab , fica em Póvoa de Varzim, Portugal. A cultura dessa antiga comunidade de pescadores foi traduzida pelas perfurações na fachada, que reproduzem sinais da pré-escrita da região nos painéis de aço

Em Landskrona, na Suécia, a moradia minimalista projetada por Elding Oscarson celebra a arquitetura das edificações históricas do entorno ao optar pela conciliadora neutralidade

12/05/2016 - 08:00

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS