Arquitetura garante acessibilidade em loja conceito sem atendente

Projeto cheio de recursos está preparado para receber a todos

Por Redação

Arquitetura garante acessibilidade em loja conceito sem atendente | <i>Crédito: Foto: Divulgação
Arquitetura garante acessibilidade em loja conceito sem atendente | Crédito: Foto: Divulgação

A arquitetura foi levada ao limite para promover acessibilidade na primeira agência conceito da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), em Belo Horizonte (MG), que funcionará apenas por autoatendimento.

A proposta de inspiração futurista e estilo minimalista é assinada pelo escritório Piacesi Arquitetos Associados e oferece caminhos para que todos os vistantes, com necessidades especiais ou não, resolvam suas demandas.

As boas ideias do projeto

1.Todas as atividades são realizadas nas extremidades da loja, facilitando a circulação.

(Foto: Divulgação)

2. O piso podotátil e a sonorização direcional garantem o autoatendimento às pessoas com limitações visuais.

3. As projeções virtuais, posicionadas de forma estratégica no espaço, e painéis que direcionam o fluxo colaboram com quem possui deficiência auditiva.

4. A iluminação é um dos grandes destaques do trabalho. Lâmpadas LED encontram-se próximas de outras queimadas para que estas reflitam a luz emitida.

(Foto: Divulgação)

5. A sustentabilidade foi outra preocupação da proposta: a estrutura da antiga loja foi reaproveitada e escolheram-se materiais sem acabamentos, o que facilita a reprodução do projeto em outros locais.  

O recorte das chapas metálicas faz alusão aos relevos do estado mineiro. (Foto: Divulgação)

A inauguração do espaço, localizado no Minas Shopping, acontecerá na próxima sexta-feira, dia 17.

15/03/2017 - 18:17

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS