Arquiteto Carlos Bratke morre em São Paulo aos 74 anos

O profissional foi encontrado em casa nesta segunda-feira

Por redação

Carlo Bratke, arquiteto | <i>Crédito: Foto: Andrea D'Amato
Carlo Bratke, arquiteto | Crédito: Foto: Andrea D'Amato

O arquiteto Carlos Bratke faleceu hoje, 9, na capital paulista. Ele foi presidente da Fundação Bienal de São Paulo e projetou quase 70 prédios na avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini, artéria pulsante da capital paulista. Também ocupou o cargo de diretor do Museu da Casa Brasileira.

Nascido em 1942 em São Paulo e membro de uma família de arquitetos, Bratke trilhou um caminho muito próprio, segundo Gilberto Belleza, presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP). “Ele faz parte de um grupo que marcou a arquitetura paulista. Além de sua produção, Bratke tinha um papel muito importante na defesa da profissão”, comenta o presidente.

O velório será realizado a partir das 11 hs desta terça-feira, dia 10, no Funeral Home, na Bela Vista, em São Paulo.

09/01/2017 - 19:47

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS