Avô cria casinha perfeita para netas brincarem

O engenheiro civil Vitor Hugo desenhou e executou o cantinho de diversão das três meninas

Por Deborah Apsan (reportagem visual)

O brinquedo tem altura total de 2,40 m e pé-direito interno de 1,25 m | <i>Crédito: Fotos: Alain Brugier
O brinquedo tem altura total de 2,40 m e pé-direito interno de 1,25 m | Crédito: Fotos: Alain Brugier
O espaço no jardim de sua residência em São Paulo seria mais do que suficiente para a construção, mas havia aquela antiga árvore do terreno, que ninguém queria derrubar. Assim, com o alpendre ao redor do tronco, nasceu a casinha de 6 onde brincam Carmem, Cecília e Catarina, com idades entre 1 e 4 anos.

“Feita de pínus sem nenhum tratamento, é inteiramente parafusada. Gosto de marcenaria e levei três semanas para concluir o trabalho”, revela Vitor Hugo, que aceitou alguns palpites do filho, o arquiteto Diego Revollo. “Sugeri o telhado de duas águas, para lembrar as casas de boneca, e uma altura que pudesse acompanhar por mais tempo a infância das meninas”, lembra Diego. Por segurança, arestas foram bem polidas, e se escolheram porta e janelas de abrir – nada de modelos do tipo guilhotina. “Estas aberturas ficam levemente travadas, evitando que as crianças puxem com força e se machuquem”, ensina o avô.

31/12/2016 - 10:00

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS