7 vezes em que a escada foi a protagonista do ambiente

Para além da funcionalidade, a série de degraus rouba a cena em projetos variados. Inspire-se!

Da Redação

Mármore rosa cobre a escada, apenas polida na reforma comandada pelo escritório Nitsche Arquitetos. | <i>Crédito: Foto: Victor Affaro
Mármore rosa cobre a escada, apenas polida na reforma comandada pelo escritório Nitsche Arquitetos. | Crédito: Foto: Victor Affaro
De diferentes materiais, cores e formatos - reta, em L, em U, em curvas etc. - as escadas ganham ares esculturais em propostas clássicas ou mais arrojadas. As imagens abaixo estão aí para provar o potencial arquitetônico e decorativo dessa estrutura.

Mármore rosa cobre a escada, apenas polida na reforma comandada pelo escritório Nitsche Arquitetos. (Foto: Victor Affaro)

A escada feita pelo Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo com madeira curvada passou por restauro e agora vale como uma obra de arte que une os três andares deste sobrado paulistano. O projeto de reforma é de autoria do escritório ODVO Arquitetura e Urbanismo. (Foto: Lauro Rocha)


A fim de que a estrutura não tomasse muito espaço, os arquitetos João Paulo Daolio e Thiago Natal Duarte, sócios do escritório Obra Arquitetos, projetaram um modelo Santos Dumont - com degraus alternados para os pés direito e esquerdo - que vence grandes inclinações. O vão inferior ganhou armários. (Foto: Victor Affaro)


Neste refúgio de férias, de autoria do arquiteto Andre Becker Pennewaert, a série de degraus foi realizada no canteiro de obras. Para erguer cada parede, duas fôrmas entravam em cena: concretava-se a primeira, sempre com os conduítes e as tubulações dentro, depois a seguinte, em cima. (Foto: Victor Affaro)


O esqueleto metálico e a pisada de madeira fazem da escada um elemento leve, quase escultural, na residência assinada pelo arquiteto Rafic Farah (Foto: Zé Gabriel)


Destaque do ambiente que integra sala de televisão, jantar e cozinha, a estrutura de metal com pintura automotiva é revestida internamente com carpete. O projeto é assinado pelo escritório Maganhoto e Casagrande Arquitetura. (Foto: Rodrigo Ramirez/ Divulgação)


O arquiteto Rodrigo Ohtake é afeito a desenhar escada. Segundo ele, é um item que reserva certa poesia. Nesta proposta do profissional, o elemento de concreto revela seu desenho híbrido, misto de degraus, prateleiras e bancada. Não há guarda-corpo, apenas um corrimão para ajudar na subida. (Foto: Fran Parente) 

30/01/2017 - 17:18

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS