Portas de correr trouxeram flexibilidade para este apê de 65m²

No projeto do arquiteto Felipe Rodrigues, o espaço compacto exigiu criatividade e rendeu uma boa solução para os moradores

Texto: Silvia Gomez

Portas de correr trouxeram flexibilidade para este apê de 65m² | <i>Crédito: Fotos: Pedro Vannucchi
Portas de correr trouxeram flexibilidade para este apê de 65m² | Crédito: Fotos: Pedro Vannucchi
Todos os usos no apartamento se comunicam, caso também da cozinha aberta para a sala, delimitada apenas pela ilha com armários laminados e bancada de Corian.

Diante da planta convencional e compartimentada e da metragem compacta, como conseguir maior sensação de amplitude sem prejudicar a necessária privacidade do trecho do quarto? “Decidi criar um ambiente único e removi todas as paredes existentes. Para que os espaços íntimo e social funcionassem ora interligados, ora separados, grandes painéis de correr laqueados atuam como divisória móvel, permitindo um jogo de abrir e fechar, total ou parcial”, detalha o arquiteto Felipe Rodrigues, autor do projeto. A integração se repete no dormitório, cujo banheiro surge parcialmente aberto, com a banheira instalada sobre uma base suspensa.

À frente das portas de correr, o móvel de apoio de freijó, com 5,30 m de comprimento, reforça a sugestão de divisão entre as áreas. Marcenaria da Marvelar e piso de lâminas de madeira da IndusParquet.

Limite opcional:
Os painéis laminados correm em trilhos embutidos no forro e no piso, completando um vão com extensão total de 6,80 m, calculado exatamente no meio da planta.

A fim de otimizar a ocupação do espaço, o banheiro tem funções separadas: a banheira disposta sobre o piso elevado para passagem da tubulação, o sanitário e a ducha em cabines distintas, e a pia, no centro. Para todas as partes sujeitas à umidade, o material escolhido foi a rocha vulcânica basaltite (Pedras Bellas Artes).

07/02/2017 - 19:24

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS