Pura inspiração: cozinha criativa tem cores vibrantes

O ambiente em destaque exemplifica o frescor das propostas do escritório GF Projetos, criado há três anos por uma profissional jovem, assertiva e focada nos detalhes

Por Elena Caldini (reportagem visual)

Ilha colorida e azulejo branco, como do metrô de Londres, dão o tom moderninho desse ambiente | <i>Crédito: Foto: Divulgação
Ilha colorida e azulejo branco, como do metrô de Londres, dão o tom moderninho desse ambiente | Crédito: Foto: Divulgação
Ela mesma conta: quando se reúne com um cliente pela primeira vez, a reação costuma ser de espanto. À medida que o projeto e a administração da obra se revelam um sucesso, porém, a impressão inicial – concentrada em sua extrema juventude – se transforma. Nada mais justo. Afinal, aos 25 anos, a determinada Gabrielle Fuzinato já contabiliza um bom número de trabalhos, em sua maioria residenciais, executados pela empresa de que é dona, a GF Projetos.

Formada em arquitetura e design de interiores, a paulistana dedica enorme atenção aos detalhes. Tanto que elenca entre as qualidades de sua marca a excelência da marcenaria, realizada por um parceiro em regime de exclusividade. “Desse modo, garantimos sempre preço bom, prazo em dia e assistência pós-obra”, diz ela. Além do toque colorido e informal – juvenil mesmo, como tinha que ser – típico dela. Um pouco desse espírito você confere na reforma da cobertura abaixo.



1. Com aspecto natural, o acabamento amadeirado dos armários ajuda a aquecer o ambiente.

2. Ilha e bancada ganharam uma prática superfície de quartzo com tratamento que detém a proliferação de bactérias.

3.
Além de ser fácil de limpar e não evidenciar a sujeira, o porcelanato em nuances de bege e cinza serve de fundo neutro para os demais acabamentos.

4.
A nova estrutura apoia telhas termoacústicas com a face inferior (o forro) lisa. Projeto e instalação da Sanglass.

5. O laminado azul entrou em cena pontuando a marcenaria. Gabrielle fechou com a opção discreta mas colorida.
 
6. Para um visual ao mesmo tempo retrô e moderninho, a arquiteta elegeu estes azulejos que remetem às estações de metrô londrinas.

02/01/2017 - 12:35

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS