Pura inspiração: casa sustentável se adapta a todas as estações

Autossuficiente, o refúgio está preparado para as oscilações de temperatura durante o ano

Por Silvia Gomez (texto)

Autor da obra, o Studio MK27 adotou as regras ecológicas pautadas pelo Green Building Council Brasil. | <i>Crédito: Foto: Fernando Guerra
Autor da obra, o Studio MK27 adotou as regras ecológicas pautadas pelo Green Building Council Brasil. | Crédito: Foto: Fernando Guerra
Além do forro de cumaru, todos os ambientes desta residência projetada pelo Studio MK27 no interior de São Paulo exibem o mesmo piso de tijolo (execução da Eight Pharcon Arquitetura e Engenharia), parcialmente moldado com a terra retirada na própria obra e protegido com impermeabilizante à base de água.

(Foto: Fernando Guerra)

Para os dias mais quentes, não há aparelhos de ar condicionado. As aberturas alinhadas promovem a circulação cruzada de ar.

A salamandra de cerâmica verde (Weltevree) aquece a casa nos dias mais frios. “Para essas ocasiões, como as portas são mantidas fechadas e a renovação de ar poderia ficar prejudicada, criamos aberturas basculantes entre as vigas junto ao teto”, observa o arquiteto Lair Reis, coautor do projeto ao lado de Marcio Kogan.

27/01/2017 - 19:08

Conecte-se

Revista Arquitetura e Construção
  • Revista A&C
Coleção CARAS